Relações com Investidores
  • Recuperação Extrajudicial
  • |
  • |
  • Favoritos
  • MEUS DOWNLOADS ( 0 )

Ata de Reunião do Conselho de Administração - Aval para operações financeiras

Aumentar a fonte Diminuir a fonte Voltar Voltar Imprimir Imprimir Enviar por e-mailE-mail Criar PDFPDF DownloadDownload Favoritar Compartilhe Compartilhar
TPI - Triunfo Participações e Investimentos SA.
(a "Companhia" ou a "TPI")
NIRE N°. 35.300.159.845
CNPJ N°. 03.014.553/0001-91

Ata da Reunião do Conselho de Administração

 
DATA E LOCAL: Realizada às 12h00m, do dia 21 de março de 2013, na sede social da Companhia – Rua Olimpíadas, 205/1402, São Paulo, SP, CEP 04551-000.

CONVOCAÇÃO E PRESENÇA: Regularmente convocados compareceram ao conclave os conselheiros que ao final assinam esta ata.

COMPOSIÇÃO DA MESA: Presidiu a Reunião o Sr. Luiz Fernando Wolff de Carvalho, e eu, Paula Paulozzi Villar, secretariei os trabalhos.

ORDEM DO DIA: Deliberar sobre a (i) a realização pela controlada da Companhia, Companhia de Concessão Rodoviária Juiz de Fora – Rio ("Concer" ou "Emissora"), de sua 1ª emissão de até 50 (cinquenta) notas promissórias comerciais ("Notas Promissórias"), cada uma no valor de R$2.000.000,00 (dois milhões de reais), na data de emissão, sendo o valor global da emissão de até R$100.000.000,00 (cem milhões de reais), em séria única, nos termos da Instrução da Comissão de Valores Mobiliários ("CVM") nº 134, de 1º de novembro de 1990, conforme alterada, que será objeto de distribuição pública com esforços restritos de colocação, nos termos da Instrução CVM nº 476, de 16 de janeiro de 2009, conforme alterada ("Emissão"); (ii) outorga de aval pela Companhia às Notas Promissórias, nos termos dos artigos 897 e seguintes do Código Civil, e dos artigos 30 e seguintes da Lei Uniforme sobre Letras de Câmbio e Notas Promissórias, aprovada pelo Decreto nº 57.663, de 24 de janeiro de 1966 ("Aval"). O Aval será prestado pela Companhia, na qualidade de principal pagadora e solidariamente (com a Concer) responsável, em caráter universal e compreenderá todas as obrigações principais e acessórias das Notas Promissórias, incluindo juros moratórios, multa convencional, verbas indenizatórias e outros acréscimos; e (iii) autorização para a Diretoria da Companhia: (A) negociar todos os termos e condições que venham a ser aplicáveis à Emissão e ao Aval; e (B) praticar todos os atos e assinar todos os documentos necessários à efetivação da Emissão e do Aval.

DELIBERAÇÕES: Iniciados os trabalhos, o Presidente notou aos presentes que o Conselheiro Antonio José Monteiro da Fonseca de Queiroz, via e-mail, informou que estaria ausente ao presente conclave e utilizando a prerrogativa constante do Artigo 15, §3º do Estatuto Social da Companhia, enviou sua Manifestação de Voto que expressa sua concordância com os itens constantes da ordem do dia.


Clique aqui para visualizar o documento completo.
21 de Março de 2013